,

Todos nós seres humanos somos apegados a ler algum tipo de conteúdo, seja ele de forma física ou digitalizada, porém nem todos ainda se acostumaram com uma poderosa ferramenta chamada ebook (do inglês – livro eletrônico ou virtual). 

O ebook em si, é costumeiramente elaborado para fins educacionais, fazendo com que mais pessoas tenham acesso a algum tipo de conhecimento de forma mais ágil, pois possibilita que nós evitemos o desgaste gráfico existente nos dias atuais que, sejamos sinceros, tende a ser de um valor não tão baixo. Além disso, o ebook foi uma solução para que diversas empresas de publicidade, assim como escritores comuns, pudessem “canalizar” seu público-alvo, transformando-os e impactando-os para uma possível interação mútua, ou seja, recíproca, de ambas as partes… A real intenção é justamente esta. Não se engane!

Em tempo, frisamos que para se criar um ebook, faz-se necessário que você converta a versão final de sua obra para uma formatação única e bem específica: o famoso PDF. 

Ah, ok? E para abrir o arquivo-ficheiro depois, como é que eu faço? Muito simples: Basta fazer/realizar a instalação (baixar) de forma gratuita o Adobe Reader ou app similar.

Certo! E depois de tudo isso, ainda é vantajoso mesmo se criar ou comprar este tipo de material?

A resposta para a pergunta acima é SIM, COM CERTEZA, SEM DÚVIDAS!

Apesar de haver certos motivos que justificam o nosso sim, reconhecemos porém que nem todos vão se conformar com a afirmação aqui dita por nós da 8Digital, pois ela não necessariamente é 100% absoluta, sabe por quê?

SIMPLES: Nem todos ainda são bem engajados tecnologicamente, como também nem todos curtem usar um iPad ou o “tradicional e famoso” Kindle ou algo do gênero para que a leitura seja concretizada… Enfim! O que gostaríamos de expressar é que o ebook ajuda em muitos casos, só que não lhe fornece aquele prazer do toque, do folhear as páginas, de marcar as “passagens”, “frases”, tópicos”, “expressões” que, na percepção do leitor, são notadas/percebidas apenas no livro comum.

Por fim, eis aqui 08 dicas clássicas de como se fazer um ebook. 

1 – Busque descobrir quem é a sua persona! 

Trata-se da criação de um personagem fictício. É a busca da representatividade  real de seu possível público-alvo (leitor).

2 – Temática

O que escrever, como escrever, para quem escrever! Simples. Não vá querer fazer um material de qualquer forma, pois o arrependimento pode lhe causar transtornos incalculáveis. Por isso, no ato da escrita, procure consultar fontes confiáveis. Isto não é brincadeira! Um ebook com uma temática não envolvente ou com pouca usabilidade seja para fins acadêmicos, técnicos ou de pura descontração, não irá converter em leads jamais. É sério! Pense nisso!

Em adição, fazemos questão de indicar um poderoso sistema de palavras-chaves para te auxiliar nesse aspecto, ele se chama KeyWord Planner. Ele é bem bacana para mensurar suas ideias, fica a dica! 🙂

3 – Titulação

Nós da 8Digital, acreditamos e temos o discernimento de que isso é a mais IMPORTANTE tarefa que você deva realizar para o sucesso de vendas do seu ebook. Trate de conversar bastante com pessoas que estão ao seu redor, peça opinião, custa nada! Ah, opinião de gente com bastante criatividade, tá? É sério!

Caso a ajuda amiga não apareça, existem táticas que podem ser praticadas e postas em ação. Não se preocupe!

Algumas das táticas são: Usar números ou fazer promessas, dentre outras.

4 – Planejamento

Começar a escrever seu conteúdo sem saber exatamente o que você vai dizer não é uma boa ideia.

Se você não tem um objetivo claro, pode ser que se perca na metade do caminho e não ofereça algo que seja de qualidade. Além disso, você deve se assegurar de cumprir o que prometeu no título.

  • Por isso, antes de começar, planeje todo seu conteúdo:
  • Quais problemas você vai solucionar com seu livro?
  • Quantos capítulos terá e qual será o título de cada um?
  • Quais serão os subtítulos de cada capítulo?
  • Que texto e autores você utilizará como referência?

5 – Uso de boas imagens; 

6 – Um bom design para sua obra;

 7 – Revisão gramatical; 

8 – Experiência do Usuário/Leitor.

E aí? Esse blog post “despertou” sua publicação? Se sim, ficamos felizes por isto! Aproveitamos para salientar que a agência 8Digital conta com um especialista em fazer ebooks, viu? Tá esperando o quê? Acesse já www.8digital.com.br ou nos chame em nossas redes sociais. 

Até breve!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *